Aprender    de A a Z

 

Entrevista: Pelargónio

 

 

 

 
 
maria emilia g

 

Maria Emília Monteiro

 

Colaboradora Habitual do Ruralidades

 

 Maria Emília - Ora, aqui vamos nós, então.

Lombardo – Sempre quero ver essa beleza toda…

Maria Emília – É para já! Olhe lá para aqui? Que tal?

 

P1280991
P1280992
 

 

Lombardo – Uhmmm, de facto. Que cor bonita!

 

P1280993
 

 

Maria Emília – Não lhe disse já que o pelargónio é lindíssimo?

 

P1290056
 

 

Lombardo - Pronto, está bem. É muito bonito! Mas olhe lá, se visse esta planta ao longe diria que é uma sardinheira….

 

P1290003
 

 

Maria Emília – Destas plantas, pelargonium, há cerca de 250 espécies diferentes e muitas pessoas conhecem-nas como sardinheiras ou gerânios. Mas são diferentes. Olhe lá a folha.

Lombardo – Sim, esta é menos aveludada, mais voltada para dentro…

 

P1280997
P1290001
P1290004
 

 

Maria Emília – E agora veja lá as flores.

 

P1280999
P1290009
 

 

Lombardo – Vêem-se mais os estames. Pois, são diferentes, de facto.

 

P1280994
P1280995
 

 

P1280998
P1290067
 

 

Maria Emília – O que normalmente se vende nos viveiros são os pelargonium hortorum, vulgarmente chamados de sardinheiras, o pelargonium peltatum, muito usada para enfeitar as varandas, porque descai, pelargonium graveolens, pelargonium capitatum, pelargonium crispum, pelargonium grandiflorum e este, o pelargonium domesticum.

Lombardo – Percebe disto….

 

P1290007
P1290008
 

 

Maria Emília – Não costumo saber estes nomes todos… mas li recentemente u livro sobre esta planta.

Lombardo – Então já que sabe tanto sobre esta planta, explique lá do que gostam mais.

Maria Emília – Olhe, adianto já que precisam de muita luz e muito sol.

 

P1290061
 

 

Lombardo – No Verão devem adorar aqui estar. Faz cá uma caloraça….

 

P1290063
 

 

Maria Emília – Sim, mas cuidado, porque o sol pode queimar as plantas. Se estiver muito forte, proteja-as com alguma sombra. E olhe que no interior esta espécie também não se dá mal. Desde que tenha bastante luz e calor… caso contrário, crescem pouco, ficam fracas e dão poucas flores. E atenção às geadas no Inverno!

 

P1290069
P1290070
 

 

Lombardo – E que mais tem para me dizer?

 

P1290071
P1290072
 

 

Maria Emília – Bem… deixe-me ver. Devem ser podados ali entre o fim do Inverno e a chegada da Primavera, não gostam de solo encharcado, até porque a raiz e o caule facilmente apodrecem, gostam de ser adubadas para darem muitas flores, e para crescerem com saúde e terem as suas folhas sempre verdes…

 

P1290073
P1290074
 

 

Lombardo – A poda é radical?

Maria Emília – Sim, deve ser intensa, que é para darem muitas flores e rebentos novos. Quantas mais hastes houverem, mais flor dará a planta. E durante a floração devem também ser cortadas as flores velhas, assim nascerão novas.

Lombardo – Posso propagar por estaca?

 

P1290249
P1290250
 

 

Maria Emília – Sim, estaca e semente. Olhe quando eu fizer a poda posso dar-lhe as estacas que quiser.

Lombardo – Mas a poda… se a fizer no Inverno não vou conseguir propagar a planta por estaca…

 

P1290252
P1290253
 

 

Maria Emília – Vai pois! Pode fazer a estacaria em qualquer altura do ano. Não se preocupe.

Lombardo – Tem aqui uma também muito bonita.

 

P1290011
P1290012
P1290030
 

 

Maria Emília – Sim, mas é de espécie diferente. Já viu bem esta cor?

 

P1290013
P1290019
P1290022
 

 

Lombardo – Cor de vinho… e está cheia de botões.

 

P1290020
P1290021
 

 

Maria Emília – Sim, mas a outra também está.

 

 
P1280996
P1290064
P1290065
 

 

Lombardo – E há destas plantas com mais cores?

 

P1290048
P1290049
 

 

Maria Emília – Então não há? Há pelargónios brancos, vermelhos, rosas, riscados, roxos, laranjas… uma grande variedade e mistura de cores.

 

P1290091
P1290093
P1290098
 

 

P1290102
P1290107
P1290108
 

 

P1290109
P1290112
 

 

Lombardo – Mas estas flores…

 

P1290251
 

 

Maria Emília – Que provar? São comestíveis!

Lombardo – Não, não, deixe lá… agora estou cheio do almoço. Tão cheio que me está a dar o sono.

 

P1290066
 

 

Maria Emília – Vá-se deitar. Logo à tarde, venha até cá. Vou fazer um lanche na adega.

Lombardo – Até logo. Trago-lhe uma broa!

 

P1290068

 

?>