Solos    

 

Fruteiras

 
 
 
 

 Conhecer o tipo de solo de que é proprietário pode evitar que tenha grandes dissabores na vida durante a sua vida de jardineiro ou agricultor.
Cada solo tem características próprias e se optar por adquirir plantas que não se adequam ao seu terreno pode sempre socorrer-se de uma correcção do solo com vista ao seu melhoramento e ao cumprimento dos seus objectivos. A utilização de adubos e a adição de nutrientes orgânicos podem ser a sua solução.
A terra deve ser solta, leve e convenientemente adubada para que nos presentear com o seu melhor. É preciso aplicar regularmente os nutrientes necessários ao solo que favoreçam o crescimento, desenvolvimento, a floração e frutificação das nossas plantas, promovendo em simultâneo o bom estado das suas folhas e raízes.
Solos leves, por exemplo, são sinónimo de solos arejados, com boa drenagem que permite que a água escoe para as camadas mais profundas, mas atenção porque neste tipo de solo as plantas retêm a água durante pouco tempo, levando esta consigo os nutrientes e fazendo deste solo um solo pobre.
Um solo adequado para práticas agrícolas deve conter 50 a 70% de areia, 20 a 30% de argila, 5 a 10% de calcário e 5 a 10% de húmus. São solos que proporcionam água e oxigénio às plantas em quantidades ideais e que têm baixos níveis de acidez – por regra, são os chamados solos argilo-arenosos. Um solo encharcado ocupa o lugar do oxigénio.

 

 

 

Composição dos solos – Elementos físicos principais

 

Elemento Particulares Cor (quanto mais escura, melhor)
Areia Poroso, arejado Clara, esbranquicado
Calcário Finas partículas que formam uma massa quando misturada com água; desagregam-se com o gelo e em períodos de seca Esbranquiçado
Argila Solo muito impermeável que fende em período de tempo seco, asfixiando os solos Avermelhado
Húmus Proporciona a retenção de água e tem a função de regulador de todos os constituintes do solo. Negra ou castanho-escuro

 

 

Correcção do pH

(O ph é importante porque tem uma influência importante na assimilação de substâncias nutritivas. Depende, em grande parte, da quantidade de calcário que se encontra num solo)

 

pH pH Necessidade de correcção Plantas
Ácido pH inferior a 7 Adicione aplicações de calcário Azálea
Neutro pH 7 A maioria das plantas prefere um pH neutro, embora com alguma acidez (5,5) Quase todas
Alcalino pH superior a 7 Adicione turfa musgosa, estrume de aves, enxofre. As plantas toleram uma alcalinidade até 7,5

Liláses

 

 

Tipos de solo

 

Tipo Características Correcção Plantas
Arenoso Composto por cerca de 70% de areia. Não retém água, adubos e nutrientes. É leve, granuloso e seco. Geralmente é pouco fértil. Aquece de forma rápida e é fácil de trabalhar Acrescente terra argilosa, matéria orgânica (estrume composto) Suculentas, cactos, etc.
Argiloso Composto por mais de 30% de argila. Retém a matéria orgânica e a humidade, propenso a encharcamento (difícil drenagem, caso seja composto por muita argila – as partículas de argila aderem facilmente umas às outras tornando o solo compacto) o que pode originar frequente apodrecimento de raízes – drenagem deficiente). Tem tendência a ser ácido e a rega nem sempre é fácil. Geralmente difícil de trabalhar. Pesado, fino, rijo e por vezes fendido em tempo de seca, dificuldade em aquecer. Por regra é fértil Junte areia ou arenito, húmus ou turfa. Cave profundamente no Outono (porque a terra ainda não está muito molhada e já não se encontra completamente seca) e adicione matéria orgânica (estrume). Faça uma calagem para diminuir a acidez (o calcário contem cálcio que é absorvido pela argila) Avencas, antúrios, etc
Bem drenado Abra uma cova com cerca de 30 cm de profundidade. Deite água até encher. Se a água desparecer em 24h o terreno tem boa drenagem; caso contrário Cave com cerca de 30 cm de profundidade e adicione ao solo areia e matéria orgânica  
Calcário Permeável, alcalino, viscoso no Inverno e seco ou fendido no Verão. É formado por finas partículas de rochas e aquece rapidamente. Camada arável fina. Adicione matéria orgânica ácida (=turfa clara ou estrume de bovinos). Sulfato de amónio, sulfato de alumínio, enxofre-flor, algas marinhas. Inadequado para práticas agrícolas
Franco Contém partículas de areia, argila e sedimentos. É dos melhores solos: muito fértil, com boa drenagem, mas com retenção de alguma humidade. Aquece rapidamente, o que permite colheitas precoces.    
Humífero Composto por cerca de 10% de húmus. Húmido, leve, pH de acidez elevado, férteis e perdem rapidamente os elementos nutritivos Trabalhe o solo ao de leve (15 cm) para que este conserve as suas propriedades. Junta cal apagada ou terra argilo-calcária para controlar os níveis de acidez Plantas que gostam de solo ácido, sombra, meia-sombra e humidade.
Limoso Não retém a água (perde de nutrientes), pouco profundo, duro. Por regra é neutro ou alcalino. Adicione composto de jardinagem, estrume ou turfa. Adicione ainda fertilizante.  
Pedregoso Tem muitas pedras e é por isso difícil de trabalhar. Não cave demasiado para não trazer ainda mais pedra para a superfície    
Sedimentar Situa-se entre o arenoso e o argiloso. Drena razoavelmente bem, mas compacta-se facilmente, Por regra, é fértil    
Silicioso Composto por partículas de silte. Poroso, sofrem muito com a erosão provocada pelas águas e ficam ressequidas no verão Junte regularmente matéria orgânica. O estrume e a turfa castanha proporcionam retenção de humidade e retêm elementos fertilizantes  
Turfoso Má drenagem e, por regra, com um pH ácido. Terrenos quentes e fáceis de trabalhar. Mal drenado e pantanoso. Podem ter carência de nutrientes. Quase não existem em Portugal. Por regra têm muito azoto, mas pouco potássio e manganês Adicione calcário para controlar a acidez. Para ausência de potássio adicione fertilizante composto.  

 

 

Identificação do solo

(faça uma bolinha com a terra húmida – se a terra se moldar e depois esfarelar o solo é bom)

 

Tipo Aspecto e tacto Tipo de molde
Arenoso Bolinha granulada e com atrito Não é possível formar uma bola ou outra figura
Argiloso Bolinha pastosa Consegue-se formar uma bola ou outras formas geométricas
Turfoso Bolinha escura e fibrosa Consegue-se formar uma bola, mas não se conseguem formar outras figuras geométricas
Areno-argiloso Bolinha granulada Consegue-se formar uma bola, mas não se conseguem formar outras figuras geométricas
Argilo-arenoso Bolinha pastosa Consegue-se formar uma bola ou outras formas geométricas
 
?>