FAQ's    de Jardim

 

Perguntas Mais Frequentes

 

 

 

 

António Brás - Plantei alguns buxos há uns anos atrás. Por vezes, alguns começam a ficar com as folhas amarelas e chegam até a morrer. O que posso fazer para evitar esta situação?

JR - Muito provavelmente o tipo de solo não estava devidamente preparado para receber a plantação do buxo. A única forma de tentar resolver agora a questão será adubar a terra, aconselhando-o a fazer com adubo orgânico. Note contudo que tal poderá não ser suficiente e ainda assim não salvar o seu buxo. Em alternativa e para a hipótese de não ser problema da terra, deixo um remédio caseiro: dissolver sabão azul e branco em água e colocar num borrifador. De seguida borrifar as folhas do buxo. Mesmo que depois as folhas caiam se for uma simples praga elas vão voltar a nascer saudáveis.

Carla Martins - Então meus caros conhecedores dos segredos da jardinagem e afins, gostava que me ajudassem a resolver um problema que tenho no meu "jardim": Já à alguns anos que tenho uma planta, tipo sebe, que vai crescendo e que depois vou aparando as folhas, mas o tronco vai ficando cada vez grosso e realmente eu gostaria de colocar outra planta naquele espaço mas não sei como é que hei-de fazer pois é muito difícil tirá-la pela raiz. Será que existe algum produto que possa enfraquecer a planta para depois conseguir arrancá-la mais facilmente pela raiz?

JR - Existem diversos produtos à venda (da família dos herbicidas) que podem ser adquiridos em lojas da especialidade, cuja aplicação vai enfraquecer a raiz e tronco da sebe, acabando mesmo por matá-la e posteriormente pode ser retirada com mais facilidade. Um remédio caseiro (e mais barato): abrir uma cova à volta do tronco, colocando água com bastante sal dia sim dia não, durante 8 dias. O tronco e consequentemente a raiz vão apodrecer sendo mais fácil de retirar. Apesar desta medida também matar a sebe não vai contudo danificar outras plantas ou sequer deixar vestígios químicos no terreno. Cumprimentos

Ana C. Magalhães - Tenho um arbusto de azevinho, que já tem cerca de 1,90m. É lindo e é fêmea. O meu vizinho tem um que já é uma árvore com largas dezenas de anos.Acontece que há cerca de 2 meses apareceram-lhe umas "coisas" brancas, que nunca tinha visto.Parecem umas lapas pequeninas; mas, quando se retiram, sai-lhes uma espécie de líquido avermelhado. Já lhe deitei um produto herbicida que não surtiu efeito...As folhas começam a ficar castanhas e acabam por cair. Eu adoro plantas e estou mesmo triste com isto.Tem algum conselho?

JR - O Azevinho é uma árvore bastante resistente. Contudo, sempre que sofre intervenção humana (plantada fora do seu habitat natural e indicado) fica mais sensível a pragas. O que descreve parece-me claramente uma praga de cochonilhas e é relativamente fácil de tratar. As cochonilhas podem assumir a forma de pequenos insectos ou as tais lapas pequeninas que refere. Se optar por um ataque químico, deve dirigir-se a uma loja da especialidade e solicitar o respectivo produto químico recomendado para o combate a essa praga. De qualquer forma deixo também o remédio caseiro e mais económico, que julgo já ter também indicado em outra questão e que resulta sempre contra as pragas em plantas: - Meio kg de sabão azul e branco - 2 litros de água Dissolva o sabão em água quente e aplique no azevinho com pulverizador quando arrefecer. A novidade: se tiver possibilidade acrescente a esta mistura 10ml de petróleo/parafina (tendo em consideração que me parece estar já num estado bastante avançado e esta formula é mais agressiva). Nota: Não aplique todo de uma vez, esta receita deve chegar para a aplicação durante 15 dias no mínimo e em dias alternados.

Jussara Porphirio - Bom dia! Pesquisando na Internet acabei achando o link de vocês, levei para compartilhar com amigos do facebook. Gostaria de uma informação: tenho uma roseira com poucos espinhos, uma amiga disse que tem o nome de nossa senhora, a flor é creme e rosa, estou cuidando, seguindo a orientação do vídeo postado no youtube, estava cortando as floeres murchas com uma tesoura, o que quero saber é plantei a roseira num vaso bem grande, assim que começou abrotar folhas novas reparei que não cresceram, parace que estacionou, preciso de uma dica para que desenvolvam.

JR - Boa tarde Em primeiro lugar tem que ter em atenção que a sua roseira está num vaso. É importante certificar-se se o tipo de substrato(terra)é de boa qualidade e que tem todos os nutrientes necessários ao seu desenvolvimento. Uma boa adubagem também é essecial para o bom desenvolvimento da planta. Mude a terra e adube-a bem. No que respeita à poda das flores murchas convém não utilizar tesoura - impede a formação de novos rebentos. Sugiro que leia a seguinte Entrevista. A terminar, alerto que as roseiras apenas devem ser podadas no inverno. Cumprimentos de Portugal!

Bernardo Jesus - Boa tarde, comprei umas plantas chamadas canaliculatus e queria saber o que são e em que mês os devo plantar. Cumprimentos

JR - Boa tarde. A planta que comprou é provavelmente o narcissus canaliculatus (narciso) - é um género botânico pertencente à família Amaryllidaceae. Devem ser plantados no início do Outono, a uma profundidade de cerca de 10cm. Aprecia o sol pleno, mas também tolera um pouco de sombra. Floresce no princípio da primavera e é frequentemente encontrada em solo húmido. É auto-suficiente. A flor tem normalmente seis pétalas brancas com um funil central amarelo. O caule inclina-se antes da flor, pendendo de forma a que a flor esteja virada para baixo. Cumprimentos

JMC - Boa tarde, Pretendo colocar 4 árvores num pátio de casa que possuo em Castelo Branco. O pátio tem cerca de 13X8m e gostaria de colocar uma árvore em cada canto do pátio. A função principal é fazer sombra pois é uma zona com muito calor, especialmente no verão. Um dos problemas são as moscas que abundam naquela zona. Gostaria de saber se existem árvores que repelem ou, pelo menos, não atraem moscas. Muito obrigado. Cumprimentos.

JR - Boa tarde Há árvores que repelem insectos e moscas, mas a grande maioria são originárias do Brasil. Em Portugal temos o eucalipto-limão ou aromático que tem folhas azuladas, mas não é considerado uma árvore ornamental. Esta árvore pode cumprir a sua missão no início da sua plantação, mas depois os insectos podem habituar-se ao seu odor e voltar a incomodar. O que normalmente é usado para repelir insectos e moscas são ervas e plantas, nomeadamente a alfavaca, manjericão, cintronela, jasmim, erva-da-vida, e arruda. Se pretende ter árvores que proporcionem sombra densa (mas que não repelem moscas) recorra a árvores de copa larga. Posso sugerir as seguintes: Acer (acer davidii, A. Rufinerve), Magnólia (magnólia obovata M. x soulangeana), Cerejeira japonesa (prunnus sargentii), Macieira (malus "gloden hornet", M. hupehensis). Pode ainda adquirir sobreiros, oliveiras e amoreiras (estas últimas fazem muito lixo). Cumprimentos.

Mafalda Campos - Tenho uma buganvília no meu jardim que anualmente apanha uma doença que ataca as folhas e quase que a seca. É tipo uma seiva branca e espalha-se a todas as plantas. O que posso fazer?

JR - Boa tarde A questão que coloca pode ter várias respostas. Sem ver a planta e o problema a ela associado arrisco a sugerir que se pode tratar de um ataque da cochonilha-algodão. Para combater esta praga deve utilizar um insecticida. De qualquer forma deixo também o remédio caseiro e mais económico, que julgo já ter também indicado em outra questão e que resulta sempre contra as pragas em plantas: - Meio kg de sabão azul e branco - 2 litros de água Dissolva o sabão em água quente e aplique na buganvília com pulverizador quando arrefecer. A novidade: se tiver possibilidade acrescente a esta mistura 10ml de petróleo/parafina (tendo em consideração que me parece estar já num estado bastante avançado e esta formula é mais agressiva). Nota: Não aplique todo de uma vez, esta receita deve chegar para a aplicação durante 15 dias no mínimo e em dias alternados. Cumprimentos.

Andreia Anjos - Tenho várias plantas de interior na minha sala, não sei o nome delas mas as minhas preferidas são as violetas! Adoro violetas! À cerca de 1 mês e meio estive a mudar algumas violetas de vaso e aproveitei e mudei a terra a outras plantas, desde essa altura que me começaram a aparecer mosquitos muito pequenos. Já usei o raid casa e plantas mas não desaparecem...acho que é da terra!? Será que existe alguma coisa que possa fazer para acabar com esta praga de mosquitos porque não posso estar sempre a usar o spray porque tenho dois bebés com ano e meio! Aproveito para perguntar se as violetas querem muita água (directamente da terra ou no prato) e se as posso colocar em vasos grandes, pois uma vez disseram-me que elas gostam de vasos pequenos e de estarem apertadas...mas as minhas estão a ganhar umas raízes grandes... mudei-as para uns ligeiramente maiores (muito pouco) porque não sei se elas se dão em vaso maiores. Obrigado

JR - Boa tarde Regue as violetas directamente na terra. Ao colocar água no prato pode contribuir para o apodrecimento das raízes. O problema das moscas e mosquitos deve-se decerto à terra. Não vai adiantar continuar a usar spray pois as pragas podem entretanto ter desenvolvido resistência. Tente colocar os vasos na rua/varanda durante um ou dois dias e se as moscas e mosquitos desaparecerem volte a colocar os vasos no interior. Uma solução mais radical passa por mudar de terra. Continue a apostar nos vasos de menor dimensão para as violetas, sem prejuízo de as ir mudando de acordo com o seu crescimento. A maior parte das violetas não é muito resistente e não se dá com outras espécies quando convivem no mesmo vaso. Cumprimentos.

 

 
?>