FAQ's    de Ervas e Plantas

 

Perguntas Mais Frequentes

 

 

 

 

L - Olá, sou o Lombardo e estou a precisar de relaxar. Como vivo no campo há algum aroma que possa retirar da minha quinta para descontrair?

CRS - Olá, boa tarde. Sim, tem alguns aromas à sua disposição como sejam a alfazema, eucalipto, alecrim. São plantas que podem ser utilizadas de diversas formas. Se colocar alguns ramos de alfazema dentro do travesseiro terá noites mais tranquilas. Pode também optar por utilizar um pequeno ramo de alecrim em simultâneo com algumas folhas de eucalipto e espalhá-los pela casa. Consegue obter um aroma agradável e relaxante.

L - Boa tarde. Queria saber qual a erva mais utilizada para complementar o tempero de uma dourada?

CRS – Boa tarde. Pode utilizar o alecrim. Tem um sabor agradável e assume propriedades óptimas para uma boa digestão.

Elsa Figueiredo - Olá. Estou constipada já vai para duas semanas. Até já me sinto cansada de andar sempre com "o pingo no nariz". Há algum chá ou outra alternativa que melhore os efeitos da minha constipação?

CRS – Olá Elsa, Espero que possa ajudar. São apenas algumas dicas para reforçar/melhorar a sua atual situação!Quando nos constipamos o nosso corpo de imediato responde no propósito de se curar. Quando a mesma persiste é sinal que nossas defesas estão em baixo.

Dicas: - Numa panela coloque meio limão, um dente de alho médio a pequeno (corte ao meio e retire o "veio"), deixe levantar fervura e desligue. Deixe repousar durante 5 minutos e em seguida adoce com mel e beba.É conveniente deixar o chá amornar para adoça-lo. Pode tomar algumas vezes durante o dia. - Equinácia em comprimidos ou em extrato também ajudar a reforçar o sistema imunitário. Comprimido de 300mg 2xdia é uma dosagem segura! - Alimentação leve ajuda o organismo a restabelecer-se. - Evite laticinios sobretudo nessa fase porque favorecem a produção de muco no organismo. São algumas dicas que posso dar de uma forma global. Não dispensam, contudo, uma consulta ao médico/naturopata.

L - Bom dia. Sou o Lombardo. Estou com uma enxaqueca. O que me aconselha a tomar para aliviar a minha dor?

CRS – Bom dia. A enxaqueca tem inúmeras causas e é importante saber-se qual o momento do dia em que a mesma apareceu. Pode até resultar de uma simples indigestão! Uma das opções viáveis é a utilização da planta salgueiro (Salix Alba), que se encontra na composição da aspirina. Assim como a aspirina, o salgueiro também deve ser utilizado com moderação. Mas atenção: quem costuma ter reacções negativas à aspirina terá também com o salgueiro. Não obstante, para este tipo de dor cuja causa não esteja diagnosticada, o tratamento pode passar pela utilização de produtos homeopáticos.

Sofia Galvão - Bom dia. Gostaria de colocar uma questão: é verdade que o veio da folha do louro é venenoso?

JCRS – Nunca ouvi falar nisso e como não tinha qualquer referência quanto a esse assunto andei a pesquisar nos meus livros mas sem qualquer resultado. A folha de louro (Laurus nobilis) pode ser confudida com outras espécies como: loureiro-rosa (Nerium oleander) que é unicamente para a ornamentação. Outras duas espécies L. azorica e L. novocanariensis já são usadas com fins medicinais. A folha de louro pode ser utilizada também sob a forma de infusão para problemas digestivos. Na cozinha, para além de dar o sabor e aroma, contribui para uma boa digestão.

Isabel Rodrigues - Eu nunca tomei chá de erva-de-sete-sangrias mas sou diabética, e o chá para mim é uma bebida Divinal... Tomo muito de camomila, tília, erva de príncipe, cavalinha, hortelã pimenta e cidreira (estas ultimas tenho em casa e adoro o sabor da erva verde, quando acaba a cidreira então aí compro a hortelã tenho o ano todo). Tenho varizes e outra amiga minha bebeu este chá e além de se sentir bem....ainda emagreceu com a ajuda tb de uma dieta é claro. Já agora e se não fosse mto incomodar, eu faço o chá, fervo a agua e deixo de um dia para o outro na agua as ervas. Será que estarei a fazer bem?

MCR - Boa tarde,
Para melhor análise, a sua pergunta foi dividida para que pudessem ser dadas várias respostas.
Informamos que por indisponibilidade da naturopata colaboradora do Ruralidades, as presentes questões foram respondidas pela Sr.ª M.ª Carmo Rodrigues, pessoa com grande experiência no cultivo de ervas aromáticas.
Comprei sementes de salsa, coentros e alecrim e estou a pensar em semear num vaso grande redondo a salsa e os coentros (metade de cada) e pelo que li o alecrim é melhor semear num vaso à parte, quanto estas três, as minhas dúvidas são:
Estou a fazer o correcto?
Não deve semear a salsa juntamente com os coentros. Se possível, e já que pensa fazer a plantação em vasos, ponha cada planta em seu vaso (afaste os vasos da salsa dos vasos dos coentros).
De quanto em quanto tempo devo regar e se coloco a água directamente na terra ou no prato do vaso?
As ervas aromáticas necessitam de muita sombra e humidade para vingarem. No verão regue diariamente e directamente na terra.
À medida que vou colhendo é necessário ir semeando? Ou do momento que semeio a primeira vez já não preciso mais de colocar novamente sementes?
Como vai usar sementes será provável que à medida que colhe vá nascendo mais, pelo menos durante um largo período de tempo isso vai acontecer, quando verificar que já não estão a rebentar mais sementes, deve semear novamente.
Como devo fazer a colheita (cortar pelo caule ou tirar pela raiz)?
Use uma tesoura e corte pelo meio do caule – por vezes até volta a rebentar o mesmo caule.
Quanto à hortelã li que com um raminho com raiz posso plantar e ver se ela pega, devo regá-la com que frequência e como é uma planta muito invasiva será melhor plantá-la num vaso à parte? Ela quer sombra ou sol?
Sim, pode plantar com raiz e ela vai pegar decerto. Plante num vaso à parte e ela requer sol e sombra. O ideal é apanhar sol quando este é fraco e estar à sombra quando este é forte.
Para completar o meu projecto, gostava de plantar também tomilho e manjericão, como posso fazê-lo e que conselhos devo seguir.
Exactamente o mesmo que para as restantes ervas aromáticas – de preferência em separado, mas atenção porque o manjericão dá-se melhor em plena sombra e ambiente fresco.
Tenho duas varandas, uma em que não bate o sol e outra que durante a manhã bate o sol e à tarde não (fica do lado da casa que apanha o sol) e gostaria de saber qual seria a mais indicada para este meu "projecto".
Se a varanda na qual o sol aparece de manhã e desaparece à tarde tiver uma boa sombra à tarde - opte por esta – mas faça regas diárias no Verão.
Cumprimentos

Andreia - Bom dia, 1 - Comprei um manjericão, como o vaso era muito pequeno mudei para outro, mas a planta ficou toda descaída, gostava de saber se posso mudar para outro vaso e fazer alguma coisa. 2 - Relativamente à salsa ela deve ficar num vaso separado de outras plantas porquê? Ela quer sol ou sombra? 3 - Semeei coentros num vaso com salsa, estava a correr tudo bem até à pouco tempo, os coentros mirraram e secaram, eu colocava água com frequência, ou teria sido o sol? Eles querem sombra? 4 - A hortelã e o tomilho devem estar em vasos separados, numa varanda onde bata o sol ou a sombra? 5 - Por último, tenho uma lúcia-lima, mas ela de um dia para o outro secou, ainda consigo fazer alguma coisa? Obrigado.

CRS - Boa tarde, Para melhor análise, a sua pergunta foi dividida para que pudessem ser dadas várias respostas. 1 - Nesse caso, talvez a transferência tenha sido precipitada, a planta deve retomar o tónus no seu caule, antes de uma nova transferência. Posso sugerir colocar "estacas" e passar uma linha ou fita entre elas para ajudar a planta no seu crescimento. 2 - A salsa exige muito sol mas não dever ser plantada obrigatoriamente sozinha. A salsa tem a vantagem de durar bastante tempo (5, 6 ou mais meses), e multiplica-se com facilidade, dependendo do solo. Se quiser plantar em conjunto com outra planta deve deixá-las a uns centímetros de distância, mas nem sempre se tem esse espaço, por isso a questão de plantar em separado. Uma planta que realmente não se deve plantar com mais nenhuma outra é o hortelã, a raiz alastra-se e aí sim, pode matar a planta cultivada ao lado. 3 - O coentro não necessita de tanto sol quanto a salsa, a questão do coentro é que as sementes costumam ser mais "sensíveis". Não tem um crescimento tão rápido como a salsa e a sua durabilidade é menor. Chegando a um certo tamanho, ele deve ser colhido com raiz e semeá-lo novamente. 4 - A questão da hortelã já foi citada acima, acrescentando a questão do sol, que não deve ser excessivo. A hortelã deve ter sol e sombra no seu dia e terra sempre húmida. O tomilho por sua vez necessita de bastante sol e de um solo leve e arenoso. 5 - Tente trocar a terra, menos sol, terra húmida e aumente o vaso. Pode ser que a planta se salve. Cumprimentos

Udo Preek – Boa tarde, Eu como estou na aprendizagem do cultivo tenho algumas dúvidas que gostaria de vos colocar. Estou a plantar malagueta. A minha dificuldade é saber quando as devo colher (são malagueta vermelha). Comprei um pequeno vaso onde já tem malaguetas vermelhas e poucas verdes. Já posso apanhar as vermelhas? Outra questão tem a ver com a rega. Pelo que sei devemos regar a malagueta de vez em quando sem grande necessidade diária. O que quero saber é se posso regar sobre toda a planta ou se devo apenas colocar água no solo? Obrigado

MRC - Boa tarde, A malagueta tem a vantagem de se poder semear em qualquer altura do ano, raras são as vezes em que não vingam. Já pode colher as malaguetas vermelhas do seu vaso, com o tempo as verdes também vão ficar vermelhas. Não obstante, também pode colher as malaguetas verdes ainda antes de ficarem vermelhas, há até quem diga que são mais saborosas. Deve regar directamente no solo. Cumprimentos

Udo Preek – Boa tarde, Tenho malaguetas plantadas no solo. Com esta chuva irá fazer-lhe bem ou devo guardar num local onde não cai chuva? Tenho também em vasos algumas plantas aromáticas (coentros, cebolinho, orégãos, hortelã etc.) Gostaria de saber se também as devo proteger da chuva, por exemplo colocar um toldo? Cumprimentos

MRC - Boa tarde, As malaguetas e as aromáticas dão-se bem ao ar livre. Contudo se a plantação estiver localizada numa zona muito fria proporcionando no Inverno camadas de gelo ou de geada ou se houver episódios de chuva com granizo já lhe convirá fazer uma pequena estufa, que lhe garantirá uma plantação e colheita durante todo o ano. Agora, se se trata apenas de chuva, ainda que intensa, não há problema algum. Disponha sempre. Cumprimentos,

Patrícia Pereira - Olá, O meu nome é Patrícia e tenho uma dúvida: comprei no supermercado 2 vasos de malaguetas que já traziam muitas e queria saber se posso utilizar essas que já vinham na planta ou se tenho que colher essas e esperar que apareçam novas para poder utilizar na comida? Já pesquisei muito na internet e não chego a nenhuma conclusão porque já li que não se deve utilizar essas malaguetas que já vem no vaso do supermercado mas também já li que não tem mal fazer isso! Pode ajudar-me por favor? Obrigada

MRC - Boa tarde, Pode comer as malaguetas que estão na planta. As grandes superfícies têm recentemente optado por vender ervas e especiarias em vaso e frescas para que as pessoas possam ter a possibilidade de as conservar por um maior período de tempo e experimentarem o seu cultivo ou assistirem ao seu desenvolvimento. Cumprimentos,

Paula Leitão - Boa tarde, Pretendia uma informação e penso que me podem ajudar. Estou a tomar Ginko 500 mg 2 por dia (um de manha e outro ao almoço) e ao jantar tomo um comprimido químico de bisoprolol (concor 5mg) para reduzir os batimentos cardíacos. A minha pergunta é se não existe qualquer interacção e se posso tomar os dois. Grata, Com os melhores cumprimentos

JC - Boa tarde, Por que razão a senhora toma o medicamento Concor5 à noite? Este medicamento deve, salvo indicação médica contrária expressa, ser tomado de manhã. Destina-se a controlar a hipertensão ou tratar a cardiopatia coronária (vulgo, Angina de peito) e a menos que a doente tenha flutuações de tensão arterial durante a noite, deve ser ingerido ao pequeno-almoço. A Gingko Biloba por outro lado, deve ser tomada após refeições, pelo que faria mais sentido ser tomada após o almoço e o jantar. Quanto a interacções entre os dois produtos, elas não estão descritas. Contudo, a Gingko Biloba potencia e inibe enzimas responsáveis pela metabolização de outros fármacos (num sistema chamado citocromo p450 localizado no fígado), por outras palavras, apesar de não serem gerados metabolitos tóxicos pela associação descrita, pode dar-se o caso de haver alguma interferência na eficácia do Concor5. Se a tensão arterial da doente estiver controlada e em níveis considerados aceitáveis pelo médico assistente, não há razões para preocupações. Um aspecto positivo desta associação tem a ver com a possível redução de efeitos indesejáveis do Concor5 (caso existam), nomeadamente tonturas, cefaleias. Concluindo: - Não existem interacções descritas para a associação destes compostos; - O horário das tomas deve ser discutido com o médico assistente; - A tensão arterial deve ser vigiada para garantir que está dentro dos valores correctos. Cumprimentos,

Carlos - descobri o vosso site no qual desde já dou os parabéns. Acontece que eu tenho uma mini estufa e também terreno suficiente para produzir ervas aromáticas para a cozinha, acontece que não percebo nada disto. Agradecia por favor se me pudessem indicar um livro onde pudesse ler como se cultivam, ou se me pudessem informar passo a passo como fazer. As ervas que estou interessado seriam as seguintes: salsa, serpão, alecrim, coentros, tomilho, poejo, açafrão, hortelã e orégão, Muito bem haja pela atenção e desde já os meus melhores cumprimentos

MCR - Boa tarde, O procedimento para semear ervas aromáticas é muito idêntico para todas elas. Para poder ver com recurso a fotografias e imagens deixo-lhe aqui dois links (um para a salsa e outro para os coentros) que são duas ervas que não devem ser semeadas em conjunto:
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z/44-ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z-ervsa-e-plantas/94-salsa
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z/44-ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z-ervsa-e-plantas/67-coentro
Pode ainda ver o nosso trabalho (nomeadamente as fichas técnicas) do poejo:
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z?id=168#epazp
Orégãos:
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z/44-ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z-ervsa-e-plantas/920-oregaos
Alecrim:
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z/44-ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z-ervsa-e-plantas/784-alecrim
Hortelã:
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z/44-ervas-e-plantas/aprender-de-a-a-z-ervsa-e-plantas/89-hortela
Sugiro ainda que leia as fichas técnicas com muita atenção, mas posso adiantar que as ervas gostam de meia sombra e de alguma rega. Algumas são mais bravias que outras, nascem espontaneamente em campos e vales (como os orégãos, o poejo e o alecrim) e outras necessitam de mais cuidados. E tenha atenção à hortelã que é extremamente invasiva. Para mais informações sobre as ervas pode ainda consultar os seguintes links:
http://www.ruralidades.pt/index.php/curiosidades/jardim-aromatico
http://www.ruralidades.pt/index.php/curiosidades/jardim-aromatico
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/compatibilidade-de-especies
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/principais-ervas-aromaticas
http://www.ruralidades.pt/index.php/ervas-e-plantas/cronicas-farmaceutico
Se tiver mais questões por favor não hesite em contactar-nos.
Cumprimentos,

Luís Velhinho - Olá, Sabem alguma forma de eliminar os pulgões que agora tenho na salsa?
Obrigado

MCR – Boa tarde,
Na minha opinião se a salsa é para consumo não deve combater o ataque do pulgão com base num tratamento químico não obstante ele exista. Deixo aqui o link do nosso site onde consta toda a informação que necessita.
http://www.ruralidades.pt/index.php/fruticultura/pragas
Cumprimentos.

 

 
?>